SOZINHA MINHA

Você na cabeça, febre nas mãos. ( foto colhida DAQUI )

O GOSTO DELE

Entre os lençóis, embaixo ou sobre eles, nalgumas manhãs a falta dele fazia-se mais intensa. Lembranças… acordar ao toque provocante daquelas mãos fortes e audazes. Um arrepio percorreu-lhe o corpo desde o pescoço chegando às suas coxas que já esfregavam-se contra a outra. Sua mão deslizou devagar pelo baixo ventre e adentrou por entre elas que se apertavam imprimindo … Continue lendo

REFLEXOS

O espelho preso àquela parede cor de carne era enorme, Júlia aproximou-se tocando o laço do biquíni e desfazendo-o, marcas denunciavam-se pelo reflexo, ela acariciava a pele lentamente percorrendo com a ponta dos dedos o contorno de seus desenhos e sorvendo aquela sensação que tomou sua imaginação durante quase todo o dia. Ele tinha um sobrenome doce, … Continue lendo

NATAL

Noite de Natal. Olhava através da janela coberta por uma fina camada de gelo. A calefação não dava conta de tanto frio, seus seios arrepiados apontavam salientes contra o tecido fino da lycra. Mais uma noite naquele quarto, sozinha, antes da viagem no dia seguinte. Relembra as noites frias de sua infância, os presentes e os sonhos junto à … Continue lendo

  • DENUNCIE


  • SEXO E RESPEITO



  • COMPRAS