SAFE SEX – a epidemia

safesex

Taí uma epidemia que eu gostaria que se alastrasse, a do SEXO SEGURO.
Sexo é sempre bom, menos quando desrespeita a vida. O que seriam das relações, mesmo as mais fortuitas, sem o respeito? Usar camisinha é uma atitude de respeito, no seu sentido mais pleno, por si mesmo e pelo outro.

Outro dia conversando com uma adolescente, perguntei se alguma vez tinha transado sem camisinha com algum namorado. Ela me olhou perplexa e disse: “Jamais! O cara que quiser transar, sem usar camisinha, não merece me ter, agindo assim vai demonstrar que não tem nenhum cuidado comigo. Não me interessa um homem assim.” Fiquei super entusiasmada e comecei a pensar no quanto esta geração (adolescentes e pós-adolescentes) adquiriu esta consciência, fruto do efeito massivo de campanhas da era AIDS (numa análise em paralelo com outras gerações).

Infelizmente,  muitas pessoas, das mais diversas faixas etárias, ainda não desfrutam desta consciência, seja por ignorância ou por inconsequência. Quantas mulheres infectadas pelos próprios maridos, bebês que já nascem contaminados, exemplos escancarados da falta de respeito dentro das próprias relações.

Então… Esse papo todo é para fazer côro ao post do Sexo e Cultura, que nos convida a dizer YES ao Sexo Seguro e apoiar a campanha internacional da MTV e da The Boby Shop.
Vamos lá? Apoie daí da sua cama ou no banheiro, no motel, no carro, no elevador… aonde for, sempre usando camisinha. E prossiga, visitando e divulgando estes links
(pena não ter opção em língua portuguesa para uma maior abrangência):

Site Oficial: YES TO SAFE SEX
Twitter
MySpace
Flickr
Facebook

Comments
15 Responses to “SAFE SEX – a epidemia”
  1. Eric Luis disse:

    Excelene texto pra uma briga que deveser comprada por todos nós! Parabés pela iniciativa! E que bom saber que tem gente pensando como a menina do texto. Fico feliz no alto dos meus 22 anos trocar idéias com amigos e pessoas próximas e ver que estão todos nesse mesmo pensamento. sexo bom é sexo seguro! beijo minha querida!

  2. Sentimental disse:

    sexo seguro seeeeeeeempre.
    beijos

  3. leo disse:

    Penso que sexo seguro tem q virar uma marca, um estilo de vida, nao so para os jovens mas como tambem para nos “grandinhos!
    LEO

  4. O Carioca disse:

    Leo:

    E prá nos que não somos bem-dotados também!

    []s
    O Carioca

    • Julia Tenorio disse:

      Oie, Urban….realmente lamentável não ter versão em português, ainda bem que podemos arranhar um espanhol….fica entendível….mas, sendo o Brasil um país tão vasto, merecia … até porque, nós brasileiros adoramos aderir estas campanhas!!!

  5. Quietinha disse:

    To tão cansada, tão, tão…. Mas Nào pra dizer….. que apoio tudo que vc disse 1000%

  6. Isso está cada vez pior e é uma bola de neve. Camisinha sempre!

    Enfil

  7. llola disse:

    Eu tambem gostria que essa ideia virasse epidemia….
    curti muito seu blog, sinta-se a vontade para me visitar.

  8. Rafhitch disse:

    Olha, eu sou a favor do sexo com camisinha porém, quando se tem uma relação séria e confiável não veja nada de anormal em praticar sexo sem camisinha.

    A questão é que hoje em dia fica difícil confiar em alguém a ponto de achar que esta pessoa está indo para a cama apenas com você!

    No mais, a campanha é interessantíssima e importantíssima.

    Parabéns pelo blog e pelo texto. Primeira vez aqui e adorei!

  9. taí um assunto que gera sempre o lado ‘teórico’ das pessoas e a prática delas.

    Verdade é que se perguntar num grupo quanto usam camisinha, quase todos os braços se levantam, mas na prática quando é o PAU que levanta, não se veria nem a metade usando.
    é o tipo de assunto que tem mais gente ‘politicamente’ correta dizendo que usa, do que gente consciente usando.

    Eu não tenho DÚVIDAS que sexo sem camisinha é mais gostoso, mas também não tenho dúvidas da necessidade de se usar camisinha.
    Quantas coisas na vida a gente não faz mesmo sem curtir muito? Agora quando é sexo a turma acha que tem que ser TUDO do jeito mais gostoso de ser.

    E isso desde o povão até os artistas, teoricamente, formadores de opinião.
    É só reparar em quantos aparecem dando entrevista e dizendo que o filho não foi planejado, mas é bem vindo, claro.

    Com certeza é de utilidade pública sempre tocar no assunto.

    bjo

  10. JOTA ENE disse:

    Rapidinha nunca é safadinha, né?

Trackbacks
Check out what others are saying...


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • DENUNCIE


  • SEXO E RESPEITO



  • COMPRAS

%d blogueiros gostam disto: