PORQUE A GENTE É ASSIM?

pool nudes

:::::   :::::   ::::::::::   :::::   ::::::::::   :::::   :::::

:::::   :::::   :::::

Acabei de vir do “pequenos delitos” , minha visita diária, mais que obrigatória, mas antes de tudo muito prazerosa! De lá trouxe a idéia do último post, que achei muito bem colocado. O meu enfoque naturalmetne será outro, ou talvez o mesmo, não importa.

Desde que me entendo por gente adoro sexo, nele está tudo, todas as explicações, todos os motivos. Se não me entende agora, pare e leia mais aqui. E por gostar tanto é que resolvi criar este blog.

Mas, voltando ao assunto, hoje ao ler o último post do PD, comecei a pensar e filosofar sobre opção sexual. Será que teríamos mesmo, todos, que ter uma opção completamente fechada? É claro que fomos educados para nos sentirmos atraídos pelo sexo oposto, ou talvez seja mesmo nossa natureza. Quero deixar claro aqui que não me baseio em nenhuma escola psicanalítica, em nenhuma teoria pré-estabelecida, estou só divagando.

Eu sou uma observadora por natureza, adoro observar as pessoas, suas reações, suas atitudes, seus corpos, suas formas, seus medos, seus anseios, suas assertividades.

E nesta estória de observar, largando meus olhos aí pelo mundo o que mais vejo é a dificuldade com que as pessoas lidam com sua sexualidade, como é complicada a relação delas com a obtenção do prazer, complicado dizer o que gosta ou que prefere de uma forma absolutamente natural, complicado dizer que sentiu atração por alguém que tem o mesmo sexo que o seu, mesmo que sua opção seja outra já decidida e definida. Na verdade vejo que falta segurança de mostrar-se, quando tiram a roupa para fazer sexo esquecem que na verdade devem se despir muito mais, além das vestes devem retirar as máscaras e aí é que reside o maior problema.

Tenho certas amigas que me olham feio quando exponho minha atração por mulheres, uma atração visual, gosto de admirar corpos femininos, as curvas, os seios, o bumbum. Acho-os de uma perfeição sem tamanho. Digo isto com extrema naturalidade, e isto não quer dizer que eu vá contra minha preferência indiscutível – homens, nem que eu reaja contra o que sinto. Nesta hora eu acredito plenamente na multiplicidade do ser humano, suas escolhas, suas preferências, no exercício da sua liberdade, na sua plena auto-expressão.

Acho o corpo da mulher um dos projetos visuais mais lindos, depois do pau, lógico [risos]; até hoje, sem sucesso, procuro descobrir qual designer é responsável por tamanha perfeição. Somos lindas, sensuais, curvilíneas, aveludadas, misteriosas, repletas de odores, tudo de uma forma tão natural quanto proposital, tenho certeza que não fomos feitas tão gostosas assim em vão; e é por gostar tanto do meu corpo que sei dá-lo a quem merece de uma forma completamente despojada e espontânea. 

Adoro os homens, são minha indiscutível preferência, mas não me deixo calar por verdades estabelecidas, e percebo o quanto a “moral e os bons costumes” atua como agente bloqueador, não apenas na questão da opção sexual, afinal o sexo está implícito em muito mais do que imaginamos, por ele muitas vezes atuamos da forma como gostaríamos de atuar na vida ou vice-versa.

Falando nisto, me ocorreu também a lembrança de uma conversa com um amigo. Homem morre de medo de fazer exame de próstata, só a menção da palavra cu já causa mal estar e calafrios. Na verdade, a região do ânus é altamente erógena tanto no homem quanto na mulher. Mas vamos enfocar agora só a questão masculina, como é desconfortável imaginar prazer focado nesta região. Francamente, acho que os homens seriam muito mais realizados sexualmente se deixasssem este tabu de lado. Não me refiro aqui à prática homossexual, refiro-me à liberdade de explorar o sexo de todas as formas, sem preconceitos nem tabus.  Sei que é muito difícil, é toda uma crença imposta, toda uma carga machista, histórica, cultural e comportamental; que eles, massacrados, ao final se rendem ao preconceito e deixam de explorar mais esta opção que seria, sem sombra de dúvida, uma grande e prazerosa experiência.

Enfim, eu acho que avançamos muito desde que, a milhões de anos saímos da escuridão das cavernas e viemos parar aqui diante do conhecimento e multiplicidade do mundo moderno, mas ao mesmo tempo tivemos que pagar um preço muito alto neste processo civilizatório e perdemos um pouco (ou muito) do nosso lado selvagem e ancestral, que, acho, nunca poderíamos ter aberto mão , afinal somos animais por natureza. Mas isso é só minha polêmica  e abafada opinião.

(foto: Patrick Dermachelier)

Comments
18 Responses to “PORQUE A GENTE É ASSIM?”
  1. B. disse:

    Bom post, deve ser alma do mundo, sincronicidade, chame do que quiser, mas antes do PD escrever este post eu escrevia para uma amiga sobre o mesmo assunto. Rótulos… Blearrrrgh!!! Ahhhhhhhh se fôssemos geléia em compota, seria tão mais fácil… Mas não somos e odiamos no fundo é ser julgados. Não é à toa que cada um de nós aqui (na net, nos blogs), diz o que quer, não quer, prefere, ou sonha… estamos anônimos. Quem quer levantar a bandeira e dizer: “Venham, venham, estou aqui para defender minha opção” Pra que escolher se podemos ser todos??? Mas enfim, voltando ao seu texto (dei uma viajada, sorry). Remar contra a maré é complicado, cansa, por isso ninguém quer se aventurar, pelo menos não publicamente, às vezes nem mesmo por tras do nick name. “O que vão pensar de mim??? Ohhhhhhh…” Até hoje TODOS OS HOMENS que estiveram comigo e aceitaram submeter-se a uma massagem prostática tiveram prazer. Alguns até me confidenciaram que o desejo de ser massageado dessa maneira começou à partir da famigerada visita ao proctologista, quem diria??? O medo vem daí… “Vai que eu gosto? E se gostar, vou enviadar???” Eu garanto, GARANTO, que não sou menos feminina, menos sexy, menos desejávl desde que passei a sair com meninas tb. Muito pelo contrário. Pq diabos o cara enviadaria??? Aliás, um comentário bastante pertinente, é que apesar de algumas mulheres amarem dar o cu, o fazem por um prazer psicológico, pela situação em si. Prazer com a penetração, só o homem, graças a próstata, aquela famigerada que um dia o fará ser dedado pelo proctiologista e , quem sabe, amar ou continuar odiando…

  2. marisaw disse:

    Muito válido esse seu “eco” ao post do PD, Urban. É incrível como nossas visitas diárias podem criar certas afinidades, não é ? *rs o q vc questiona no seu post são muito bem colocadas. É verdade q noq toca nosso conhecimento de nossa própria sexualidade não faz ainda q engatinhar. Mas, infelizmente, os rótulos já começam a serem indiscriminadamente colados aqui e ali. A B. tem toda razão quando fala q o fato de sair com outras mulheres não torna uma mulher menos feminina do q antes. É q os rótulos estão cheios de clichês, e os cichês são, na maioria dos casos, inexatos, tendenciosos e pejorativos.

    É bem verdade q agrada à maioria dos homens ver o sexo entre duas mulheres. Mas eu diria q é menos verdade q ver o sexo entre dois homens atrairia tantas mulheres assim. Onde reside então essa diferença? em nós? nos homens? ou no tipo de comportamento alienado q nos é imposto desde q aprendemos a andar para a frente ?
    Um beijo, apareça…

  3. ofimdapicada disse:

    A mente humana é muito volátil, felizmente não se prende a preconceitos ou a moral, por mais que resista uma hora sempre vai ceder.

    E aos poucos todos vão quebrar as “regras” imposta por seculus, em busca de prazer, mas é preciso tomar cuidado para não ficar alienado atrás do mesmo e não esquecer completamente a moral, antes que vire uma loucura completa e desenfreada.

    ahh.. bom post .. ^_^

    DGZ – Fim da picada

  4. david-santos disse:

    Olá!
    Bom trabalho. Parabéns.
    Bom Domingo.

  5. Hum,

    Muito oportuna a sua colocação. Sexo é preciso fazer com mais do que apenas o corpo ou o coração. É preciso ser si mesmo, o que é muito difícil…

    Não sinto qualquer atração por homens, mas admiro o q tu pensa sobre o sexo feminino. Eu e D. Namorada concordamos completamente contigo nesse sentido…

    Parabéns

  6. Fugu F. disse:

    Urban, você foi no ponto. Lúcida e exata.
    beijo você

  7. Ricardo Rayol disse:

    Querida, assino em baixo. Só sou hermético quanto a questão da sexualidade, sou hetero assumido e bem resolvido… (maiores informações escreva-me rs) … nada mais lindo do que o corpo de uma mulher.. digo isso pois que tenho meu lado feminino assumido, porém ele é lésbico. 🙂

  8. Lady Butterfly disse:

    “Acho o corpo da mulher um dos projetos visuais mais lindos, depois do pau, lógico [risos]; até hoje, sem sucesso, procuro descobrir qual designer é responsável por tamanha perfeição. Somos lindas, sensuais, curvilíneas, aveludadas, misteriosas, repletas de odores, tudo de uma forma tão natural quanto proposital, tenho certeza que não fomos feitas tão gostosas assim …”

    ADOREI ESTA PARTE… eu também acho lindo um corpo feminino e adoro ver fotos de nus femininos , mas ADORO homem…
    Adorei a sua colocação as vezes somos mesmo mal interpretadas…
    beijos e adorei o post.

  9. Lady Butterfly disse:

    lendo o cometário da B. observei o que fala do dar o cu, é puro prazer psicológico mesmo, só pela situação de ser possuída de uma nova maneira… eu concordo!

  10. Dante disse:

    “não me tentes enganar
    com a tua formosura
    que após uma noite de luar
    vem a noite escura”

    Poema da “Universidade de Coimbra”

    Urban, está belo este teu post, mas tal como na música e nesta estrofe em especial o tempo passa e o que fica?
    Na minha opinião o sexo e aparência não é tudo ou melhor é a menor parte.
    Os anos passam e a beleza se perde e tudo mais e então aí se ficar o “vazio” o que será da vida?
    Não queria te contrariar, mas deve ser um vicio meu…..rss
    Poderia me alongar muito neste comentário………mas não estou nos meus dias…..

    Um abraço do outro lado do Atlântico
    Dante

    PS:porta-te mal……….já me esquecia

  11. pequenosdelitos disse:

    Uma reflexão que vem em boa hora. Como disse a Fugu F, você foi exata em sua abordagem e nas opiniões expressadas.
    Adoro o fato de nos inspirarmos mutuamente, numa verdadeira ciranda de blogs que tratam a sexualidade de um jeito gostoso e sacana, mas sem perder a elegância.

  12. realmente a mulher é uma obra divina de Deus, um grande designer….

    sobre meu texto “continua seco”…realmente é mto íntimo,algumas mágoas..enfim..
    grande bjo

  13. elisabetecunha disse:

    Querida , seus posts são maravilhosos!!
    SEXO É VIDA!
    TENHA UMA LINDA SEMANA1

  14. w.Moscolini disse:

    NÃO TÃO ABAFADA NÃO É?
    Hetero, bi, emo, pam, homo… esqueci de algum?

  15. elisabetecunha disse:

    Tem post sensual, aparece!!! bjs

  16. Olá Urban!
    Tudo bem com vc?
    Assuntos como sexualidade exercem uma estranha resistência peculiar; sofreu muito com isso meu mentor Freud, quando ele afirmou que “Tudo é sexual”. Mas veja, não se trata de genitália, se trata de prazer.
    O homem/ser humano/sujeito busca o prazer, independente de qual seja ele; somos regidos por algo chamado Pulsão que tem por objetivo, ou seja, finalidade, o PRAZER, A SATISFAÇÃO. Mas não necessariamente tem que ser aos genitais. Muitos sentem prazer em fumar um cigarro, por exemplo. Alcança a diferença?
    Pois bem, pra psicanálise e para mim, não interessa em como vc busca seu prazer e satisfação, importa somente se vc se responsabiliza por esses desejos e buscas.
    O que falta em muitos, Urban, é o reconhecimento do desejo. Muitos recalcados (sentido teórico do termo, não o pejorativo) tem o desejo de reconhecimento ao invés de reconhecerem seus desejos.
    O fato é que em termos práticos, não existe a homossexualidade mesmo quando se trata de uma transa entre duas pessoas do mesmo sexo… Mas depois falo disso, se vc quiser.
    Um forte abraço e um beijo.

  17. Ju! disse:

    Bom mesmo é ser o que se é, e só…
    Seja lá o q isso significar! rs

    Evoluímos muito mesmo! VCc tem razão.

  18. Jaba disse:

    Muito bem colocado, o corpo da mulher é algo estraordinario mesmo… E o prazer com elas é infinito, de todas as maneiras. Ja tive relaçoes de todos os tipos, mas como a B. disse, é dificil não gostar do rala e rola, de todas as maneiras, já me relacionei com mulheres e travestis, comoativo e passivo, para um e para outro… E digo com certeza, que prazer é prazer… Se for gostoso, é bom, e se é bom, tem que se esquecer o preconseito e ir em frente. O sexo não tem formula mas tem a maneira certa, e o “certo” é o prazer, seja lá de onde ele venha, ou por onde ele passe.
    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • DENUNCIE


  • SEXO E RESPEITO



  • COMPRAS

%d blogueiros gostam disto: